No Blog da Astra você encontra ótimas Dicas para Decoração, Organização de Casa, Faça Você Mesmo e muito mais | Clique e Saiba Mais!

Você está lendo

7 tipos de iluminação: como deixar um ambiente mais claro

No Blog da Astra você encontra ótimas Dicas para Decoração, Organização de Casa, Faça Você Mesmo e muito mais | Clique e Saiba Mais!

Qual a diferença...

7 tipos de iluminação: como deixar um ambiente mais claro

Tempo de Leitura: 6 minutos

Escolher a iluminação ideal é um passo fundamental para a composição dos cômodos da sua casa

Dois lustres pendentes na cor preto fosco, um à frente e outro ao fundo, desfocado. As lâmpadas usadas são de filamentos, que representa um dos tipos de iluminação. O ambiente aparenta ser de uma casa ou apartamento.

A iluminação de um ambiente está diretamente ligada às sensações de conforto e aconchego que ela transmite. Por isso, planejar corretamente o sistema de iluminação de uma casa é muito importante. 

Diversos tipos de iluminação e combinações podem ser utilizados, considerando fatores que facilitam a rotina. Afinal de contas, nosso objetivo é tornar o dia a dia mais agradável.

Para te ajudar a montar o projeto de iluminação correto, preparamos este artigo, que está recheado de dicas. Confira a seguir!

Tipos de luz

No mercado, existem vários tipos de fonte de luz que podem ser usados na iluminação. Temos a natural, usada na iluminação zenital, e a artificial, presente em lâmpadas e LEDs.

As lâmpadas também variam, desde a potência (Watts) até a temperatura — que é basicamente a cor que ela fornece ao ambiente. A escala de medida utilizada é o Kelvin, fazendo referência ao fogo (quente) e ao gelo (frio).

Mas vale lembrar que esses termos se referem apenas à tonalidade da luz. Nenhuma delas interfere, de fato, na temperatura do ambiente, viu?

Qual a diferença entre iluminação quente e fria?

A temperatura da cor impacta diretamente nas sensações e percepções causadas no ambiente. Então, é preciso prestar atenção nessa característica  para escolher o tipo de iluminação mais adequado.

A luz branca, ou luz fria, deixa as pessoas mais agitadas e produtivas. Não é por acaso que ela é considerada ideal para ambientes onde é necessário ter atenção e agilidade. Em escritórios, por exemplo, ela favorece a calma e a concentração, sem comprometer a produtividade. 

Já a luz mais amarela, também conhecida como luz quente, torna o ambiente mais aconchegante e confortável. Ela é indicada para ambientes residenciais, pois traz uma sensação de relaxamento.

Além delas, existem opções bem interessantes disponíveis no mercado, como as lâmpadas smart. Controladas remotamente por Wi-Fi, elas também possuem variação de cores, indo dos tons mais quentes aos mais frios. Fica a dica!

Tipos de iluminação

Para alcançar bons resultados, é preciso que o projeto não só harmonize com a decoração, mas também considere o intuito final do cômodo. Para te ajudar,  listamos alguns tipos de iluminação e qual é o mais indicado para cada ambiente:

1. Iluminação direta

Feito diretamente sobre um ponto específico, esse tipo de iluminação pode ser composto por luminárias ou abajures. A iluminação direta facilita atividades que requerem um pouco mais de atenção, como a leitura.

Sala de jantar, com uma mesa branca e duas cadeiras da mesma cor. Acima, três luminárias pendentes na cor preta, que representam o tipo de iluminação direta. Ao fundo, uma parede preta com um espelho retangular com moldura de LED da Astra.
Pendentes são ótimas opções de iluminação direta para salas de jantar.

2. Iluminação indireta

Com o intuito de distribuir a luz pelo ambiente da melhor forma, a iluminação indireta é ideal para superfícies que refletem. Isso porque esse tipo de iluminação não é o ponto principal do ambiente. 

Ela pode ser instalada em piso, teto de gesso, sanca, teto ambiente com focos direcionais (uso de spots) ou apliques (fitas de LED ou embutidas). O importante é que fique em um local onde possa ser refletida e distribuída de maneira uniforme pelo ambiente. 

3. Iluminação difusa 

Composta por uma lâmpada instalada no centro ou nos cantos do ambiente, esse tipo de iluminação exige que o ponto de luz seja muito forte. Esse é um ponto bem importante, pois ela será distribuída pelo espaço uniformemente, sem contrastes e sombras. 

Como deixa o ambiente confortável, sem prejudicar a visão, é a mais utilizada nos lares.

4. Iluminação de destaque

Esse é um tipo de iluminação mais concentrada, onde o foco de luz fica em um ponto específico

Muito utilizado em fachadas, também serve para iluminar quadros, objetos, revestimentos e para deixar alguns locais em destaque. A dica aqui é usar spots, que vão permitir um foco de luz mais direcionado.

5. Iluminação de orientação

A iluminação de orientação é ideal para ambientes como corredores, escadas, áreas de piscina, jardins e entradas de residência. 

Para esse tipo de iluminação, é recomendado que as lâmpadas fiquem totalmente embutidas na parede ou no chão. Isso traz mais segurança na circulação e evita possíveis acidentes.

6. Iluminação de tarefa

Conhecida também como iluminação de escritório, ela necessita de focos menores e mais fortes de luz. 

Esse tipo de iluminação é bastante utilizado em tarefas manuais ou que requerem mais atenção, como ler, escrever, cozinhar, entre outras.

Pode parecer simples, mas é necessário planejar bem o uso desse tipo de iluminação, para que não fiquem sombras que podem atrapalhar a atividade.

Poltrona de leitura com estampa verde marinho. Acima, uma luminária de chão preta, no canto de uma sala de estar com parede branca e faixa de revestimento preta.
Luminárias de chão são objetos decorativos super funcionais.

7. Iluminação zenital

Essa iluminação é baseada no uso da luz natural, que entra por pequenas ou grandes aberturas na cobertura do ambiente. 

Entre suas vantagens, está a economia de energia elétrica em locais com alguma limitação, como a abertura de janelas. Em alguns casos, ela também pode promover a circulação de ventilação natural.

Normalmente, ela é muito usada em ambientes comerciais. Entretanto, também é possível encontrá-la em residências com espaços mais amplos. 

Antes de escolher esse tipo de iluminação, é importante considerar os conceitos de orientação solar e a região em que vai ser instalada. Em sua composição, podem ser usadas claraboias, cúpulas e até telhas translúcidas. 

Iluminação personalizada por ambiente

Alguns tipos de iluminação funcionam melhor em determinados cômodos. Veja a seguir como iluminar cada ambiente:

Sala

Para esse local, a iluminação indireta é a melhor. Ela é indicada para que a luz seja distribuída de forma homogênea no ambiente, principalmente se houver uma TV.

Também é possível incluir uma iluminação de destaque em objetos ou quadros. No entanto, fique atento para não direcioná-la às áreas de longa permanência, como sofás e poltronas, pois pode gerar algum tipo de desconforto.

Sala de estar ampla, com porcelanato branco com veios, que lembram mármore, e uma parte com revestimentos 3D. A iluminação de destaque está acima, com o uso de spots. Um grande sofá verde, com poltronas de apoio na mesma cor em cada extremidade. Entre o sofá e as poltronas, há dois vasos com plantas.
Spots embutidos rentes à parede deixam o revestimento com mais destaque.

Cozinha

Atualmente, a cozinha é uma área tanto de uso diário, na preparação de refeições, quanto social, para o convívio familiar. 

Por ser necessário manusear objetos perigosos e observar bem os alimentos, a luz fria é a mais indicada. Porém, se você também recebe amigos no local para jantares, por exemplo, é interessante utilizar uma luz difusa. Lembre-se sempre de analisar suas necessidades! 

É possível mesclar os estilos. Você pode optar por uma lâmpada de cor fria e usar uma luminária para difundir a luz no ambiente. Dessa forma, você deixa o espaço confortável e funcional para suas tarefas.

A Luminária Globo da Astra, disponível em diferentes formatos, dá um melhor acabamento ao seu projeto de iluminação e ainda deixa o espaço mais elegante. Pode apostar nessa ideia!

Quarto

Nesse cômodo, o foco é conforto e relaxamento, então a luz quente é a mais indicada. Se você gosta de ler antes de dormir, por exemplo, também é possível incluir uma iluminação de tarefa ao lado da cama.

Para dar um charme à decoração, vale incluir spots nos cantos do cômodo, de preferência não tão próximos à cabeceira da cama. 

Também é possível utilizar espelhos no dormitório. Além de serem super úteis para o dia a dia, eles deixam o ambiente com aspecto mais amplo. 

Banheiro

Assim como o quarto, o banheiro deve transmitir relaxamento e aconchego. Porém, devido às atividades cotidianas, como se barbear, escovar os dentes e toda a higiene pessoal, é necessária uma luz branca e difusa. Com isso, você evita sombras no rosto.

Uma peça que vai garantir um destaque a mais no espaço e ajudar nas tarefas é um espelho iluminado. Esse modelo proporciona uma luz indireta ao ambiente.

Na Astra, temos a linha de espelhos com LED. Aqui, você encontra vários modelos e formatos, que combinam com diversos ambientes além do banheiro.

Banheiro com decoração em tons amadeirados. Um vaso sanitário suspenso em uma das paredes e um gabinete com cuba de apoio na bancada em outra. Acima da bancada, há um espelho iluminado com LED. A parede atrás possui ladrilhos em formato hexagonal, lembrando uma colmeia.
Espelhos com LED garantem uma iluminação propícia para os cuidados pessoais.

Jardim e áreas externas

Essa iluminação deve valorizar o paisagismo e a fachada da casa, trazendo segurança para seus moradores. 

Uma luz quente, com fluxo intenso, traz charme e beleza ao local. Também é possível fazer uma iluminação de orientação, deixando o caminho iluminado e dando destaque à decoração do jardim.

Arandelas e spots direcionais são peças-chave para agregar ao projeto de paisagismo de áreas externas.

Área externa com deck de madeira. Nele, há duas cadeiras de descanso e uma hidromassagem com fechamento externo que se assemelha a madeira. Ao fundo, uma parede de pedra com arandelas iluminadas.

Cada ambiente possui suas particularidades e todo projeto deve considerar o tipo de iluminação desejado. Lembrando sempre de adequá-lo às suas necessidades, viu?

Entendeu as diferenças entre os tipos de iluminação e como dar vida e cor aos ambientes da sua casa? Visite nossa loja online e escolha os melhores produtos para o seu projeto de iluminação!


Seis dicas para a maquiagem perfeita Como usar a decoração com nichos no banheiro