Pensar em acessibilidade é um ponto muito importante na hora de construir casas para idosos, pessoas com deficiência ou problemas de mobilidade.

O banheiro PNE, sigla para pessoas com necessidades especiais, é um dos pontos primordiais no projeto de uma casa acessível.

No Brasil, eles são obrigatórios em locais públicos e em estabelecimentos que disponibilizam banheiros para os visitantes. Nas residências, os banheiros PNE são opcionais e devem atender às necessidades de cada usuário.

Para ter um banheiro PNE em casa, é necessário seguir algumas especificações, como medidas e acessórios para garantir o conforto e praticidade em seu uso.

Neste texto você verá:

Saiba a seguir o que é e como ter um banheiro PNE em sua casa. 

O que é banheiro PNE?

Banheiro PNE é o nome dado a um banheiro com acessibilidade para pessoas com deficiência ou com mobilidade reduzida. 

Para ter um banheiro acessível em casa, locais públicos ou estabelecimentos, é necessário seguir as orientações da Associação Brasileira de Normas Técnicas, ABNT NBR 9050, que define os pontos para ter acessibilidade em edificações. 

Em alguns casos, o banheiro acessível é obrigatório

De acordo com a norma, os prédios públicos e comerciais, como escolas, universidades, shoppings e hotéis devem ter ao menos 10% de banheiros destinados a pessoas com deficiência. 

O banheiro PNE não é obrigatório em casas e apartamentos. No entanto, ele proporciona mais segurança e conforto para idosos, gestantes, pessoas em recuperação de cirurgias, com mobilidade reduzida ou com deficiência.

Para isso, na hora de construir ou reformar a casa, o ideal é seguir as medidas recomendadas pela norma para o banheiro PNE. Assim, ficará mais fácil adaptar o banheiro quando for necessário.

Vantagens de seguir normas do banheiro PNE

O banheiro PNE possui medidas específicas pensadas para facilitar a locomoção de pessoas em cadeira de rodas, andador ou bengala.

Por conta disso, o espaço do banheiro acessível é maior que os comuns, que costumam ser mais estreitos ou possuem desníveis no chão.

Antes de construir uma casa, é interessante pensar que em algum momento você ou alguém da sua família pode precisar utilizar cadeira de rodas após uma cirurgia, por exemplo. 

Reformar o banheiro todo para ampliá-lo é uma opção mais cara. Por isso, na hora de construir, é interessante já utilizar as medidas do banheiro PNE.

A Norma Brasileira exige espaço para a manobra de cadeira de rodas. Esse local deve ter 1,50 m de circunferência. 

Para que a pessoa em cadeira de rodas consiga parar a cadeira e  transferir-se para o sanitário, o espaço livre entre o vaso sanitário e a parede deve ser equivalente a um retângulo com área de 1,20m por 80cm. 

Com essas medidas no seu projeto, fica mais fácil transformar o seu banheiro em PNE.

Como ter um banheiro PNE

Antes de começar a construir um banheiro com acessibilidade, você deve saber que a Norma Brasileira define alguns itens obrigatórios para garantir a segurança das pessoas ao utilizá-lo. 

Barras de apoio

As barras de apoio são itens indispensáveis na hora de tornar um banheiro acessível. 

Para garantir a segurança da pessoa, as barras devem suportar até 150 kg, ter entre 30 e 45 mm de diâmetro e ser posicionadas a uma distância mínima de 4 cm da parede.

Na área do vaso sanitário, as barras de apoio devem ser instaladas nas paredes ao lado e atrás da privada

Se o banheiro não tiver parede ao lado do sanitário, uma barra articulada deve ser instalada no lugar da barra de apoio comum. 

As barras de apoio também devem ser instaladas ao lado da pia do banheiro PNE. 

A ABNT NBR 9050 exige duas barras, uma em cada lado do lavatório. Elas podem ser instaladas na horizontal ou na vertical. 

Além desses locais, o banheiro PNE deve ter barras de apoio próximas ao registro do chuveiro e do banco ou cadeira de banho utilizados.

No banheiro PNE, é obrigatório instalar barras de apoio perto do vaso sanitário.

Porta acessível

As portas do banheiro PNE também devem ser acessíveis. 

Para que uma pessoa entre com a cadeira de rodas, a porta do banheiro deve ter 80 cm de largura.

Além disso, ela deve abrir para fora. Assim, a pessoa com deficiência ou mobilidade reduzida consegue puxá-la com facilidade.

Outro requisito para a porta do banheiro, é que ela tenha um puxador horizontal de 40 cm de largura. Ele deve ser instalado em uma altura que a pessoa em cadeira de rodas consiga alcançar e abrir com facilidade. 

Pia

As pias do banheiro PNE também devem ter características que são especificadas na Norma Brasileira. 

Antes de instalar o lavatório, você deve pensar na área de aproximação da pessoa em cadeira de rodas. O ideal é que a cadeira fique com 30 cm abaixo da borda do lavatório. 

A ABNT NBR 9050 recomenda que os banheiros PNE tenham torneiras que são acionadas por alavancas ou por um sensor. Assim a pessoa não precisará se esforçar para lavar as mãos, por exemplo. 

Área do chuveiro

Um ponto muito importante para o banheiro PNE é a área do chuveiro. 

Nos banheiros tradicionais essa área costuma ter um desnível, para que a água não escorra pelo cômodo. No banheiro PNE esse desnível não pode existir. 

Com um chão nivelado, a pessoa com deficiência ou mobilidade reduzida corre menos risco de cair e consegue acessar a área do chuveiro com a cadeira de rodas ou andador mais facilmente.

Para aumentar a segurança na hora do banho, o piso instalado no banheiro PNE deve ser antiderrapante

Embora o box seja muito comum nas áreas do chuveiro, o mais recomendado é utilizar cortinas. Como elas são fixadas na parte de cima da parede, não atrapalham a passagem da pessoa em cadeira de rodas.

A área do banho deve ser um retângulo de no mínimo 90 cm por 95 cm, para facilitar a locomoção. 

Outro item listado na Norma Brasileira para a área do chuveiro é o banco ou cadeira para banho

O banco deve ser resistente e, se for um modelo retrátil, precisa ser fixado na parede. Além disso, as barras de apoio devem ser instaladas ao lado dele. 

Os modelos de banco de banho da Astra, por exemplo, são resistentes a até 150kg. É possível encontrar opções no mercado que suportam 100 kg, 120 kg e 150 kg. Eles são produzidos em plástico resistente, alumínio ou em aço inox, o que reforça a segurança do usuário.

É possível encontrar tanto o modelo que não possui pés e é fixado na parede, quanto o que possui pés e não precisa ser fixado.

Os bancos de banho retráteis são bem versáteis. Além de serem instalados no banheiro, eles podem ser utilizados em outros cômodos da casa, como o closet.
Outra opção é utilizar cadeiras de banho, que não precisam ser fixadas no chão do banheiro e nem na parede. O modelo de cadeira da Astra, por exemplo, suporta até 150kg, possui regulagem de altura e pode ser encontrado com ou sem braços.

As cadeiras de banho possuem ajustes de altura e proporcionam mais segurança para pessoas com mobilidade reduzida na hora do banho.

Acessórios para mais acessibilidade em banheiro PNE

Para proporcionar mais conforto no banheiro acessível é possível encontrar acessórios opcionais no mercado. 

Um desses itens é a ducha higiênica

A ABNT NBR 9050 recomenda a instalação dela no banheiro PNE, pois facilita a higienização da pessoa com deficiência ou no pós-operatório. 

Ela deve ser instalada bem ao lado do vaso sanitário, em uma altura na qual a pessoa consiga alcançar sentada. 

Outras opções para facilitar a acessibilidade no dia a dia são os assentos elevados. Eles são recomendados apenas para ambientes residenciais e não são recomendados para pessoas que utilizam cadeira de rodas, por exemplo.

De acordo com a Norma Brasileira, a elevação do vaso sanitário para pessoas com deficiência deve ser realizada a partir da própria altura da louça, instalação de uma base abaixo do vaso sanitário ou com a instalação da bacia suspensa.

Dessa forma, os assentos elevados são ideais apenas para pessoas com mobilidade reduzida, problemas nos joelhos ou que acabaram de realizar uma cirurgia

Alguns modelos contêm trava de segurança e abertura, o que facilita o trabalho dos cuidadores na hora da higienização.

Os assentos sanitários elevados da Astra, por exemplo, suportam até 150 kg. Alguns modelos possuem abertura, trava de segurança e são comercializados já com os assentos almofadados.

 Utilizar assentos elevados é uma boa opção para que a pessoa não precise se abaixar muito ao usar o vaso sanitário. Ele é recomendado apenas para ambientes residenciais e para pessoas com mobilidade reduzida.

Para quem deseja um banho mais confortável, existem opções de banheiras adaptadas

Esses modelos são recomendados para idosos ou pessoas com mobilidade reduzida

As banheiras possuem uma porta de acesso, piso antiderrapante e alças de apoio, para dar mais segurança aos usuários.

Um exemplo de banheira adaptada é a da Astra. Ela é portátil, possui estrutura metálica e não precisa ser assentada na massa, como as banheiras convencionais. 

Com isso, é possível mudar a banheira para outro banheiro quando desejar. Basta arrastar a banheira e ajustar os pezinhos. 

Além disso, é importante que o local tenha instalação elétrica e hidráulica para entrada e saída de água.

A banheira adaptada proporciona banhos mais confortáveis e seguro para idosos.

O espelho reclinável é outro item que torna o banheiro PNE mais acessível. 

Ele é ideal para pessoas que utilizam cadeira de rodas, porque podem ser reclinados em até 10º para baixo.

Com a instalação desse espelho, a pessoa com deficiência ou mobilidade reduzida consegue se olhar sem precisar se esforçar. 

Quer ter um banheiro PNE em casa? Conheça nossos itens de acessibilidade!